Colégio São José – Pelotas/RS
Em 1910, as famílias de Pelotas e região ansiavam pela vinda das Irmãs de São José para que elevassem o nível educacional das meninas. Tanto que, nesse ano, o então intendente municipal, Barbosa Gonçalves, recorreu ao bispo de Porto Alegre, dom Cláudio Ponce de Leon, a fim de que a Congregação implantasse o Colégio São José na cidade conhecida como Princesa do Sul.

Assim, no início do século XX, chegaram da França a madre Saint Maurice e as irmãs Marie Alix e Saint Jean, as quais, auxiliadas pelas irmãs Lydia e Albina, deram início às atividades da Escola.

Desde que chegaram, as Irmãs de São José foram construindo vínculos cada vez mais fortes com as comunidades da Região Sul do Estado. Prova disso é que foram merecedoras da confiança de inúmeras famílias que mandavam suas filhas estudar e, não em poucos casos, residir sob a orientação dessas religiosas, pois havia alunas matriculadas no internato, no semi-internato ou no externato.

Com o trabalho humilde, às vezes anônimo, mas sempre dedicado e importante dessas mulheres, o Colégio foi crescendo e, como uma árvore frondosa, estendendo fundas raízes no solo fértil de Pelotas e região.
Aos poucos, a presença da Congregação passou a ser sentida muito além dos muros do Educandário, pois as Irmãs e suas alunas levaram sua contribuição às paróquias e às comunidades carentes da cidade, seja em atividades educativas, na distribuição de donativos ou mesmo na educação de adultos.

A Irmã Rosa Maria Porangaba, atual diretora do Colégio São José, com muita justiça destaca o trabalho desenvolvido pelas religiosas, muitas das quais chegaram a Pelotas jovens e, nessa cidade, tiveram a oportunidade de estudar e auxiliar nas ações da Congregação. Sem elas a Escola não teria crescido e se tornado o que é hoje. Atuam hoje no Colégio a Irmã Rosa Maria – que responde de forma competente e entusiasmada pela Direção – e as irmãs Ana Celeste, Cacilda, Ignês, Alice, Emília e Marilene – todas praticando nos seus trabalhos diários a missão evangelizadora da Congregação.

Com o decorrer do tempo, o educandário cresceu, incluiu a educação de meninos, foi ampliado e reestruturado nos seus espaços físicos, acompanhou as inovações tecnológicas e passou a contar com o auxílio de leigos, mantendo sempre os propósitos e o carisma das Irmãs de São José.

O Colégio São José de 2017 é formado por 94 professores e 64 funcionários que, diariamente, trabalham com mais de 1800 alunos, os quais se distribuem ao longo dos vários adiantamentos na Educação Infantil, no Ensino Fundamental e no Ensino Médio. Estes, somados às suas famílias, formam uma comunidade viva e pulsante na construção de experiências afetivas e intelectuais partilhadas de forma marcante.

À frente da instituição estão a Diretora – Ir. Rosa Maria Porangaba – e o Vice-Diretor – Prof. Luiz Gustavo Araújo. Os dois têm como um dos focos de seu trabalho a preservação desse imenso patrimônio imaterial acumulado ao longo de um século, composto de afeto, história e relações e, paralelamente a isso, fazer com que a escola esteja completamente inserida no século XXI, fazendo com que a comunidade escolar dê respostas às questões do presente.

Nesta linha de ação, o Colégio São José de Pelotas conta com lousas digitais em todas as salas de aula, sinal de internet sem fio em todos os ambientes e seu portal educacional. Esses recursos tecnológicos não se opõem à valorização da simplicidade e da natureza. Uma prova disso está no constante uso do Sítio São José como ambiente pedagógico. São 27 hectares localizados no distrito da Cascata. A propriedade rural permite aos alunos, suas famílias e professores da escola trilhas na mata nativa, a vivência do trabalho rural com gado de leite e até uma bela cachoeira onde é possível tomar banho.

Assim, a data de seu padroeiro, 19 de março de 2016, é o dia da comunidade do Colégio São José de Pelotas festejar por um século de vida. E agradecer a Deus pelos 106 anos de uma obra coletiva, construída sempre sob o modelo de São José – homem bom, justo, disponível e operário confiante.