Publicado em 09.07.2019 - Notícias - Sem comentários

DSC_0102 DSC_0124

As turmas de 7º ano do CSJ foram convidadas a refletir sobre o “jeitinho brasileiro”, a partir da palestra ministrada pela cientista social e política, Elis Radmann. Durante o evento, os estudantes puderam aprender e debater sobre a capacidade dos brasileiros de burlar regras e encontrar caminhos mais fáceis para conseguir o que se quer, resultando, muitas vezes, em corrupção. Elis trouxe exemplos do cotidiano dos jovens para trabalhar o assunto.

DSC_0110 DSC_0179

De acordo com a palestrante, foi muito bom ver a participação intensa dos estudantes durante o momento, demonstrando que esse é um assunto importante a ser debatido com eles. Durante a fala, Elis também traçou um paralelo entre o jeitinho brasileiro e o jeito de ser São José. “Como trabalhamos o ‘jeitinho brasileiro’, quis instigar os alunos a observar o jeito de ser São José, vendo as diferenças dos valores de um e de outro. Esse jeito de ser dos alunos da Escola traz, além dos valores cristãos, os valores morais e éticos que a sociedade precisa – principalmente para combater o ‘jeitinho brasileiro’. Conversamos, então, sobre os valores de solidariedade, empatia, honestidade”, destaca.

Sobre Elis Radmann

Cientista social e política, fundou o IPO (Instituto Pesquisas de Opinião) em 1996 e tem a ciência como vocação e formação. Socióloga (MTb 721), Bacharel em Ciências Sociais pela UFPel e especialista em Ciência Política pela mesma universidade. Mestre em Ciência Política pela UFRGS e professora universitária, Elis é Conselheira da Associação Brasileira de Pesquisadores de Mercado, Opinião e Mídia (ASBPM). No campo político-eleitoral, é especialista em comportamento eleitoral brasileiro e em análise do discurso.

     Atua há 20 anos como pesquisadora na coordenação de estudos comportamentais atendendo corporações, entidades de classe e setor público, se destacando como uma profissional que alia conhecimento do mercado e formação técnica.

Confira o artigo “O jeitinho brasileiro começa dentro de casa”,
produzido por Elis Radmann para a sua coluna semanal no Jornal Diário Popular.